Três Lagoas/MS, Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018 | 01:53
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 12 de Julho de 2018, 12h:34
Tamanho do texto A - A+

Novo chefe de delegacia da Polícia Federal toma posse

Delegado Nivaldo Lopes assume a delegacia da PF de Três Lagoas

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Rádio Caçula

Novo chefe de delegacia da Polícia Federal toma posse

Delegado Nivaldo Lopes tomou posse nesta quarta-feira (11)

O delegado Nivaldo Lopes da Silva é o novo chefe de delegacia da Polícia Federal (PF) de Três Lagoas. A cerimônia de posse aconteceu nesta quarta-feira (11). Nivaldo assume no lugar do delegado Alan Givigi, transferido para Campo Grande. 

 

O superintendente da PF em Mato Grosso do Sul, Luciano Flores, presente na solenidade, deu as boas-vindas ao delegado.  "Agradecemos ao Nivaldo por aceitar a missão nessa cidade tão estratégica que é Três Lagoas. O nosso efetivo está em boas mãos. Sabemos da sua determinação e competência para enfrentar os desafios do cargo e que ele terá aqui o mesmo sucesso que teve em Dourados", afirmou, em entrevista ao site Perfil News.

 

Natural de Araçatuba (SP), Nivaldo iniciou carreira como delegado da PF em 2009. Em Dourados, atuou no combate ao narcotráfico, crime organizado e tráfico de armas.

 

O Superintendente da PF explicou que o combate ao tráfico de armas, drogas e ao crime organizado não deve ser feito apenas nas regiões de fronteira e citou Três Lagoas como rota do crime. "Se alguma coisa escapa ao controle de fronteira é pego aqui. E vemos o resultado desse trabalho, com as grandes apreensões de drogas feitas na cidade. Isso é o resultado do trabalho da Polícia Federal na cidade", disse ao site Perfil News.

 

O objetivo é atuar em conjunto com todas as forças policiais da cidade. O foco será o combate ao tráfico de armas e drogas, ao crime organizado, facções criminosas e desvio de verbas públicas. 

 

De acordo com o delegado, um dos grandes desafios será lidar com o efetivo policial limitado. "Com os níveis de criminalidade de MS caberia um aumento de efetivo em todo o Estado. Mas vamos trabalhar com a nossa realidade", afirmou.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix