Três Lagoas/MS, Sábado, 23 de Setembro de 2017 | 08:28
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 05 de Setembro de 2017, 16h:34
Tamanho do texto A - A+

Operação apreende quase 1,5 tonelada de comida estragada

Procon e a Vigilância Sanitária (Visa) flagraram ainda agência sem licença sanitária e demora no atendimento

Flávio Brito
Capital News

Alimentos impróprios para o consumo e atendimento aos clientes feito em ambientes insalubres nos bancos foram flagrados pelo Procon e a Vigilância Sanitária (Visa) em Três Lagoas. A força-tarefa percorreu na última semana quatro supermercados e seis agências bancárias. No total, foram apreendidos 1.428,560 kg de produtos, sendo 52 kg de azeitona, 7,5 kg de frango e manteiga, 1.330kg de linguiça e mais 38,479 kg de outros alimentos. Muitos alimentos estavam com a data de validade vencida e não apresentam o preço.

Prefeitura de Três Lagoas/Divulgação

Operação apreende quase 1,5 toneladas de comida estragada em Três Lagoas

Equipe da Visa constatou pelo menos 10 irregularidades nos supermercados

De acordo com as informações divulgadas nesta terça-feira (05), a , como: armazenamento inadequado de alimentos, produtos com data de validade expirada, produção e comercialização de linguiças sem as devidas licenças, ausência de uniforme adequado para manipuladores de açougue, padaria e rotisserias, entre outras.

De acordo com as informações divulgadas nesta terça-feira (05), a equipe da Visa constatou pelo menos 10 diferentes irregularidades nos supermercados, como: armazenamento inadequado de alimentos, produtos com data de validade expirada, produção e comercialização de linguiças sem as devidas licenças, ausência de uniforme adequado para manipuladores de açougue, padaria e rotisserias, entre outras.

Nas agências bancárias, Vigilância Sanitária observou a ausência de produtos de higienização nos banheiros (sabonete e papel toalha), ausência de lixeiras com tampa e falta de reparo na parte hidráulica. Uma agência foi flagrada operando sem licença sanitária, conforme operação realizada na última semana.

Já o Procon enfrentou problemas nos bancos com demora no atendimento. O tempo máximo de espera é de 15 minutos, sendo que entre o dia 1 e dia 10 a carência do banco sobe para 20 minutos. Em véspera de feriados prolongados os bancos podem permitir que os usuários aguardem por até 25 minutos. Foram notificadas seis agências de Três Lagoas. A multa, caso seja aplicada após os estabelecimentos apresentarem defesa, pode ser entre pouco mais de R$ 4 mil até quase R$ 20 mil.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix