Três Lagoas/MS, Domingo, 18 de Fevereiro de 2018 | 21:46
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quarta-Feira, 20 de Dezembro de 2017, 13h:35
Tamanho do texto A - A+

Petrobras abre fase de propostas para venda de ativos de fertilizantes de Três Lagoas

Fábrica em MS teve a construção interrompida em dezembro de 2014, após 80,95% das instalações físicas terem sido concluídas

Flávio Brito
Capital News

Ricardo Ojeda/PerfilNews/Arquivo

fabrica fertilizantes tres lagoas

A Petrobras informou ao mercado nesta terça-feira (19) o início da fase vinculante do processo de alienação integral de sua participação acionária na Araucária Nitrogenados S.A. (Ansa) e de sua Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III), localizadas em Três Lagoas.

 

O projeto foi iniciado 8 de agosto de 2011, quando a Petrobras assinou contrato com o Consórcio UFN3, composto pelas empresas GDK, Sinopec Petroleum do Brasil e Galvão Engenharia, no valor de R$ 3,1 bilhões, para fornecimento de bens e prestação de serviços, incluindo projeto executivo, construção, montagem, comissionamento, pré-operação, partida e operação assistida das unidades de amônia e ureia, edificações, acesso rodoviário e duto de efluentes.

 

A empresa de Três Lagoas teve a construção interrompida em dezembro de 2014, após 80,95% das instalações físicas terem sido concluídas. As obras começaram em setembro de 2011. A UFN-III utilizará como matéria-prima gás natural processado, com consumo médio previsto de 2,2 milhões m³/dia.  Já a Ansa, inaugurada em 1982 e que desde 2013 é uma subsidiária integral da Petrobras, tem capacidade de produzir, a partir do resíduo asfáltico (RASF), 1.303 toneladas por dia de amônia e 1.975 t/dia de ureia, de uso nas indústrias química e de fertilizantes.

 

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a estatal diz que nesta etapa do projeto, os interessados habilitados na fase anterior receberão cartas-convite com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para a realização da chamada due diligence, refere-se ao processo de investigação de uma oportunidade de negócio que o investidor deverá aceitar para poder avaliar os riscos da transação, e para o envio das propostas vinculantes.

 

A Petrobras ressalta que a divulgação da operação está em consonância com a sistemática para desinvestimentos da companhia e está alinhada às orientações do Tribunal de Contas da União (TCU).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix