Três Lagoas/MS, Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 07 de Março de 2019, 11h:54
Tamanho do texto A - A+

Após 12 anos, fazendeiro que incendiou carro com vítima dentro vai à júri

Ele atirou contra o vizinho e em seguida colocou fogo no carro para simular acidente

Caroline Carvalho
Capital News

Divulgação

Após 12 anos, fazendeiro que incendiou carro com vítima dentro vai à júri

Réu efetuou disparo contra a vítima e, em seguida, incendiou o carro para simular acidente

Doze anos depois do crime, vai a julgamento o fazendeiro Ercílio Privatelli, acusado de matar seu vizinho e colocar fogo no carro para simular acidente, em uma fazenda entre Três Lagoas e Brasilândia, em julho de 2007. A audiência está marcada para o dia 27 deste mês, às 8h, no Fórum de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. 

 

Na ocasião, o réu vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil. Desconfiando que a vítima tinha um caso com a sua esposa, ele atirou contra o vizinho, José Cícero, enquanto ele entrava em sua fazenda com a caminhonete, incendiando o carro em seguida. Desta forma, segundo o Ministério Público Estadual (MPE), o autor fraudou a apuração dos fatos que, inicialmente foram registrados como morte por acidente de trânsito com carbonização da vítima. 

 

No entanto, após suspeitas e exumação do cadáver, verificou-se a presença de sinais de marcas de tiros e localizado um projétil de arma de fogo. Além disso, foi encontrado próximo ao carro um óculos com sangue da vítima e material genético do acusado, fator decisivo para demonstrar a presença do fazendeiro no local e reforçar a autoria do crime. 

 

De acordo com o site JP News, Ercílio já havia sido condenado há 14 anos de prisão em primeira instância, mas recorreu e ficou em liberdade. Agora, nova decisão determina o júri popular. Foram arroladas cinco testemunhas de defesa e três de acusação por parte da Promotoria de Justiça. A audiência será presidida pelo juiz Rodrigo Pedrini. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix