Três Lagoas/MS, Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017 | 13:24
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 31 de Agosto de 2017, 09h:28
Tamanho do texto A - A+

Autor de latrocínio é morto a tiro quando tentava fugir de presídio

Leonardo havia assassinado homem para roubar celular e R$ 50

Laura Holsback
Capital News

O presidiário Leonardo Ponciano de Melo, 43 anos, foi morto a tiros enquanto tentava fugir da Penitenciária de Segurança Média, em Três Lagoas. O episódio aconteceu por volta das 2h20min desta quinta-feira (31). Leonardo estava preso por ter participado de um latrocínio (roubo seguido de morte), no último dia no ano passado.

Divulgação

Autor de latrocínio é morto a tiro quando tentava fugir de presídio

Caso aconteceu no presídio de Três Lagoas

De acordo com informações do site Hoje Mais, além de Leonardo, outro preso tentaria fugir do estabelecimento penal. Os dois já tinham saído da cela e tentavam pular o muro quando foram flagrados por policiais militares, que fazem a vigilância em torres ao redor do presídio.

Os policiais atiraram para impedir as fugas e Leonardo acabou atingido por disparo. Ele morreu ao dar entrada no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora.

O outro preso retornou para a prisão e foi colocado em cela disciplinar. O nome do detento não foi divulgado pela polícia.

Prisão
Leonardo estava preso desde o começo do ano pelo crime de latrocínio. No dia 31 de dezembro de 2016, ele, três garotas de programas e outro comparsa participaram da morte de Rosalvo de Oliveira Nogueira, 56 anos.

No dia do crime, Rosalvo foi atraído até um endereço para, supostamente, manter relação sexual com umas das garotas, mas acabou morto por espancamento e a golpes de faca. Na ocasião, ele o celular e R$ 50 roubados. Os demais envolvidos no latrocínio também foram presos na época.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix