Três Lagoas/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018, 17h:11
Tamanho do texto A - A+

Morte de criança de nove meses em Brasilândia é investigada pela Polícia Civil

Nos primeiros exames realizados, bebê apresentou no sangue sinais de sufocamento

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

A Polícia Civil de Brasilândia, na região Leste do Estado, investiga a morte de um bebê de nove meses na madrugada desta sexta-feira (10) no município. Em análise feita no Instituto Médico Odontológico Legal (IMOL) de Três Lagoas durante esta manhã foi constatado acúmulo de sangue nos vasos sanguíneos, sinais que representam sufocamento.

 

Na noite do falecimento, a criança estava com os pais. Nos primeiros exames, logo foi constatado um rubor mais intenso no rosto do bebê, típico de sufocamento. A suspeita é de que o cobertor do casal tenha causado a morte, porém sem nenhuma confirmação até o momento.

André Barbosa/RCN

Morte de criança de nove meses em Brasilândia é investigada pela Polícia Civil

Bebê morreu enquanto dormia com os pais, em Brasilândia

 

Um perito está responsável por analisar o caso e já trabalha com a hipótese de morte por asfixia. “Isso não significa, porém, que ocorreu crime ou ação humana, mesmo por que o corpo não apresenta sinais de violência (trauma). Pode ter se sufocado em cobertor, travesseiro, enfim, em qualquer agente externo que tenha impedido a respiração normal. Esse dado será apurado durante a investigação”, disse ao site JP News o delegado Thiago Passos.

 

 

Um inquérito foi instaurado para averiguar o caso. O laudo do IMOL deverá ficar pronto dentro de 30 dias. “É necessário aguardar a conclusão do laudo pericial, para que, aliados a outros dados da investigação, possamos apurar a o que provocou a morte do bebê”, concluiu o delegado

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix