Três Lagoas/MS, Domingo, 09 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 12 de Janeiro de 2018, 17h:56
Tamanho do texto A - A+

Edital do Pnae no valor de R$ 21 milhões está aberto

A chamada pública contempla instituições estaduais de ensino em todos os municípios de MS

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Governo de MS

Edital do Pnae no valor de R$ 21 milhões está aberto

O programa incentiva a agricultura familiar e garante merenda de qualidade para os alunos da rede municipal de educação

Está aberta a chamada pública do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), na Rede Estadual de Ensino, para compra de alimentos da agricultura familiar. O processo seletivo é referente ao primeiro semestre do ano letivo de 2018. O prazo para envio das propostas segue até o dia 22 de janeiro. 

 

A chamada pública contempla instituições de ensino em todos os municípios sul-mato-grossenses e cada escola estadual tem autonomia para especificar os produtos que serão adquiridos via Pnae. Entre os produtos a serem adquiridos destacam-se: tomate, alface, couve, alho, cebola, mel, leite, mandioca, couve, pimentão, salsa, acelga, repolho, ovo, farinha, cebolinha, feijão, arroz, banana, abacaxi, melancia, laranja, mamão, limão, abóbora, polpa de acerola, chuchu, beterraba, abobrinha, cenoura e batata.

 

Até o presente momento 285 escolas estão com as chamadas públicas em aberto. O edital de cada escola pode ser acessado através do site da Secretaria Estadual de Educação (SED). Em 2018, serão disponibilizados R$ 21,1 milhões em recursos para compra de produtos para a merenda escolar.

 

A  secretária da SED, Maria Cecília da Motta, explica que “a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, determina que no mínimo 30% do valor repassado a estados, municípios e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) devem ser utilizados obrigatoriamente na compra de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar”.

 

Agricultura Familiar

De acordo com a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), a agricultura familiar de Mato Grosso do Sul produz 113 itens que podem atender a demanda dos colégios.

 

O diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, explica que os agricultores familiares devem ficar atentos às demandas das escolas e consultar as especificações de cada instituição de ensino.  “Neste sentido, a Agraer se faz presente para auxiliar o produtor e orientá-lo no que for necessário. Temos escritórios em cada um dos 79 municípios do Estado para bem atender os agricultores”, afirma.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix