Três Lagoas/MS, Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017 | 10:59
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Domingo, 01 de Maio de 2016, 07h:57
Tamanho do texto A - A+

Representantes dos trabalhadores da Fibria não aceitam reajuste salarial proposto pela empresa

Uma nova reunião ficou agendada para o dia 11 de maio, quando uma nova proposta deve ser apresentada

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação

Representantes dos trabalhadores da Fibria não aceitam reajuste salarial proposto pela empresa

Reunião com trabalhadores aconteceu na sexta-feira (29)

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Três Lagoas, realizou na sexta-feira (29), uma reunião para tratar do acordo coletivo com a Fibria. Participaram também da reunião os representantes dos trabalhadores da colheita, setor administrativo e da balança, que foram eleitos em assembleia itinerante no dia 03 de março de 2016.

 

Dentre os itens do acordo, estavam o reajuste salarial de 17%, aumento do ticket, plano de saúde, melhorar as internações em quartos individuais, plano de farmácia, escala do administrativo, entre outros itens.

 

Depois de várias horas de acordo, a Fibria decidiu apenas oferecer 6,5%, alegando um difícil e delicado cenário econômico. Os representantes dos trabalhadores não aceitaram a proposta, onde o piso passaria de R$ 858,00 para R$ 913,77; cartão alimentação de R$ 216,00 para R$ 230,00 e auxílio creche de R$ 382,00 para R$ 406,86.

 

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Genir Neves, “o trabalhador é o alicerce da indústria e temos que valorizá-lo”, finaliza.

 

Uma nova reunião ficou agendada para o dia 11 de maio, onde a Fibria deve apresentar uma nova proposta.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix