Três Lagoas/MS, Quarta-Feira, 08 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 12h:12
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Além de Reinier: três promessas sul-americanas para acompanhar no Pré-Olímpico

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Atacantes argentino e boliviano e volante chileno estão entre as joias em formação pelas respectivas seleções

Lucas Figueiredo/CBF

ColunaFutebol

Com o início do Pré-Olímpico da América do Sul, na Colômbia, o mundo do futebol se volta para o continente em busca de estrelas. Uma delas, Reinier, camisa 10 da Seleção Brasileira, acabou de ser contratada pelo Real Madrid pela bagatela de R$ 136 milhões. No entanto, ver os jogos ao vivo da competição é a chance de conhecer outras promessas continentais.

Uma delas é o atacante argentino Adolfo Gaich, do San Lorenzo (ARG), de 20 anos: goleador nas categorias de base, ele acabou de ser alçado ao profissional da equipe de Buenos Aires, onde já fez 4 gols em 9 jogos. Segundo a imprensa europeia, ele está sendo observado de perto pelos clubes do Velho Continente, e não à toa seus direitos são estimados em 12 milhões de euros (R$ 55 milhões).

Reinier, que deve ser titular no jogo de amanhã, contra a Bolívia, pela terceira rodada da competição, também está valorizado: ele, que já foi considerado o melhor jogador do mundo da categoria sub-16, chega à Espanha para mostrar seu futebol ao vivo a Zinedine Zidane, treinador do Real Madrid, que por hora quer enviá-lo ao Castilla -- filial que disputa a terceirona do país.

Outra esperança do futebol continental é o volante Gabriel Suazo, de 22 anos, titular do Colo-Colo (CHI). A imprensa local o coloca como substituto de Vidal na seleção nacional, enquanto Angelo Araos, do Corinthians, é visto como o próximo Aránguiz. O jovem chileno, aliás, foi a contratação mais cara do Timão em 2018: desembolsou R$ 20 milhões para tirá-lo da Universidad do Chile (CHI).

Por fim, uma surpresa: segundo o jornal espanhol Marca, o "Messi" desse Pré-Olímpico vem da Bolívia: trata-se do atacante Henry Vaca, de 21 anos, que apesar da pouca idade já rodou por equipes do Chile e do Peru. Ele pertence ao The Strongest, de La Paz, e é visto como um dos principais jogadores da seleção para o futuro.

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix