Três Lagoas/MS, Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 28 de Junho de 2019, 13h:31
Tamanho do texto A - A+

Agepan realiza em julho pesquisa sobre transporte Intermunicipal

Os terminais foram definidos no planejamento da pesquisa por serem os municípios que têm o maior número de linhas

Juliana Brum
De Três Lagoas para Capital News

Divulgação/Agepan

Agepan realiza em julho pesquisa sobre transporte Intermunicipal

Passageiros apóiam pesquisa que servira para incentivar melhorias das empresas e do serviço atualmente prestado

 

A pesquisa de campo para coleta de informações para o Plano Diretor de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso do Sul (PDTC/MS) começou nesta ultima semana de junho e durante o próximo mês dará continuidade em diversos municípios do Estado, no qual de 4 a 7 de julho acontecera em Três Lagoas.

 

O trabalho de pesquisa conta com entrevistas presenciais com passageiros em quatro dos dez terminais definidos para o levantamento. Esses terminais foram definidos no planejamento da pesquisa por serem os municípios que têm o maior número de linhas com início e/ou fim naquela localidade e que são representativos da região onde estão localizados. 

 

Os trabalhos começaram simultaneamente em Campo Grande, onde serão concluídos no dia 30; Dourados e Ponta Porã, com previsão de encerramento no dia 29; e Jardim, onde terminam na sexta (28). 

 

De 30 de junho a 2 de julho serão pesquisados os terminais de Maracaju, Miranda e Naviraí. De 2 a 4 de julho a coleta de dados será em Coxim. De 4 a 6 de julho, o trabalho acontece em Nova Andradina. 

 

Coordenada por especialistas da consultoria contratada Gistran Gerenciamento de Informações e Sistemas de Transportes, a pesquisa é realizada por pessoal treinado e com experiência, e conta também com apoio de fiscais da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan).

 

Hoje em Jardim há apenas uma empresa que faz a linha Campo Grande Jardim, mesmo que haja diversos horários não há competividade. Em Três Lagoas há mais empresas mas o valor atual da passagem e muito alto, recentemente teve um ajuste que beneficiou e incentivou o retorno dos usuários que estavam optando a partir para opções como aplicativos de caronas ou fazer uso de vans coletivas.

 

Após o levantamento nos terminais, a pesquisa de campo terá uma segunda fase, com os pesquisadores embarcados, viajando nas linhas para coleta de outros dados.

 

Tal pesquisa ajudara em muito os usuários que muitas vezes sofrem com aumento abusivo de passagem, carros velhos usados pelas empresas que não fazem as manutenções necessárias como de praxe.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix