Sábado, 15 de Junho de 2024


Cotidiano Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015, 09:19 - A | A

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015, 09h:19 - A | A

Paralisação

Após 24h de greve em Três Lagoas, Hospital Auxiliadora não se posiciona

“Só voltaremos a trabalhar quando o hospital cumprir com os direitos dos trabalhadores”. Paralisação dos funcionários de hospital continua em Três Lagoas

Myllena de Luca
Capital News

Divulgação/Assessoria

Após 24h de greve em Três Lagoas, Hospital Auxiliadora não se posiciona

Greve continua após 24h

Os funcionários do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora de Três Lagoas começaram uma greve por conta da falta de pagamento do 13º salário de forma integral. A paralisação engloba todas as classes da entidade, enfermeiros, técnicos, auxiliares, recepcionistas e serviços gerais.


De acordo com o presidente do Sindicato da Saúde, João Carvalho, o não pagamento do décimo terceiro mostra irresponsabilidade da atual administração, “não estamos pedindo nada que não seja de direito, este valor é assegurado pela CLT, o não cumprimento mostra que há algo de errado na instituição”, afirma.

Após 24 horas de manifestação o número de adeptos aumenta, “só voltaremos a trabalhar quando o hospital cumprir com os direitos dos trabalhadores, não é justo trabalharmos de graça”, finalizou Carvalho.

Esta é a primeira vez, em 100 anos, que uma greve acontece no hospital três-lagoense.

Comente esta notícia