00:00:00 Quinta-feira, 25 de Julho de 2024


Cotidiano Terça-feira, 18 de Maio de 2021, 11:21 - A | A

Terça-feira, 18 de Maio de 2021, 11h:21 - A | A

Saúde Pública

Campanha “O sol nasce para todos. Plante essa ideia” debate a Luta Antimanicomial

Dia 18 de maio marca a luta pela reforma psiquiátrica no Brasil

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/PMTL

Campanha “O sol nasce para todos. Plante essa ideia” debate a Luta Antimanicomial

Ação promovida em Três Lagoas

Em celebração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, a Rede de Atenção Psicossocial de Três Lagoas (RAPS), promove nesta terça-feira (18), diversas atividades lúdicas com intuito de incentivar a conscientização, o tema central deste ano é “O sol nasce para todos. Plante essa ideia”.

 

A data foi instituída no Brasil em  2001, em alusão a luta pela reforma psiquiátrica, que alterou a política de saúde mental no país. As ações desenvolvidas pelo “Movimento da Luta Antimanicomial" buscam reivindicar os direitos das pessoas com transtornos mentais, além de desmistificar a ideia de que essas pessoas devem se isolar da família e sociedade.

 

Em decorrência da pandemia da Covid-19, as atividades no município serão realizadas somente com os usuários dos programas da RAPS da Secretaria Municipal de Saúde que integram as unidades: CAPS II, CAPS AD, Residência Terapêutica e Ambulatório de Saúde Mental, a medida visa cumprir as normas de prevenção ao coronavírus e evitar aglomerações.

 

Coordenadora do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS II), Maria Lúcia de Oliveira destaca que a iniciativa visa lutar pelo direito dos pacientes psiquiátricos serem tratados de forma humanizada, além de desassociar a ideia de que crises devem ser tratadas exclusivamente por meio de internação ou medicação.

 

“Trabalhamos com uma equipe multiprofissional viabilizando a qualidade de vida de nossos pacientes, temos proposto trabalho artístico, atividade física, fortalecimento de vínculo familiar para melhorar a vida desse paciente como um todo”, ressaltou a coordenadora via assessoria.

 

Conforme a prefeitura de Três Lagoas, os locais de atendimento para quem necessita dos serviços da Rede de Atenção Psicossocial foram estendidos e os terapeutas da RAPS passaram a atender nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), para acolhimento e direcionamento do fluxo, para início do tratamento.

 

Serviço:

Interessados em receber os atendimentos da RAPS devem comparecer à unidade de referência do seu bairro, de segunda a sexta-feira, entre 7h e às 17h.

 

Comente esta notícia