00:00:00 Terça-feira, 16 de Julho de 2024


Cotidiano Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021, 16:56 - A | A

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021, 16h:56 - A | A

Campanha

CCZ realiza campanha de conscientização da Posse Responsável de Animais

A Prefeitura Municipal de Três Lagoas vem trabalhando para conscientizar a população sobre a Posse Responsável de Animais.

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

CCZ realiza campanha de conscientização da Posse Responsável de Animais

A Prefeitura Municipal de Três Lagoas vem trabalhando para conscientizar a população sobre a Posse Responsável de Animais.

 

A Prefeitura de Três Lagoas através do Centro de Zoonoses e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza a campanha “Posse Responsável de Cães e Gatos” com o objetivo de explicar a importância de ser um bom guardião ao seu animalzinho provendo tudo o que ele precisa para ser feliz e saudável.

 

De acordo com o coordenador do CCZ, Everton Ottoni, o Município trabalha a Posse Responsável de Animais seguindo a Lei Estadual de 2.990 de 10 de maio de 2005.

 

Entre os materiais distribuídos para a população está o “Dez Mandamentos da Posse Responsável” que alerta para o esquema de vacinação para cães e gatos e a consciência que o tutor do animal deve ter de que o tempo médio de vida de um bichinho é de 12 anos, fazendo-o entender que será esse o tempo que o responsável deverá se dedicar ao bem estar do cão ou gato provendo-o com o necessário: amor, comida e cuidados veterinários.

 

Ainda segundo Everton Ottoni, “É importante que antes de comprar ou adotar um animal o tutor veja se o mesmo já tomou todas as vacinas; estude sobre as suas características, tendências e necessidades da espécie (tamanho, temperamento, espaço físico necessário)”, pontua.

 

Conforme os “mandamentos” distribuídos pelo CCZ, manter o animal sempre no quintal e nunca na rua está entre os mandamentos, assim como o cuidado da saúde, o não abandono, a limpeza do local onde o animal permanece; o cuidado para a não procriação indesejada afim de evitar o abandono e a identificação do animal com uma plaquinha na coleira estão entre as responsabilidades do tutor legal.

 

No início de janeiro, o prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, esteve com alguns de seus secretários e diretores para tratar com o promotor de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo, Antônio Carlos Garcia, o início das tratativas para a construção de um Gatil e Canil Municipal em Três Lagoas.

 

A criação do Gatil e Canil Municipal têm o intuito de receber animais vítimas de maus tratos e em situação de vulnerabilidade, tendo assim a oportunidade de terem uma segunda chance em um lar para chamar de seu.

 

Comente esta notícia