00:00:00 Quarta-feira, 24 de Julho de 2024


Cotidiano Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017, 12:15 - A | A

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017, 12h:15 - A | A

ESTRAGOS

Chuva forte e vendaval derrubam muro de estádio e desabrigam famílias

Prefeitura ainda contabiliza o valor do prejuízo deixado pelo mau tempo

Laura Holsback
Capital News

Divulgação

Chuva forte e vendaval derruba muro de estádio e desabriga famílias

Cerca de 50 metros de muro foram derrubados por chuva forte

Chuva forte e vendaval que ocorreram nesta quinta-feira (19) deixaram grandes estragos e prejuízos no município de Três Lagoas. Casas foram destelhadas, instituições de ensino e até cerca de 50 metros de muro foram derrubados. Na manhã de hoje, equipes da prefeitura trabalhavam em reparos e atendimentos às famílias que acabaram desabrigadas.

 

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por volta das 18h o vento chegou a 25 quilômetros por hora com rajadas de até 83 quilômetros por hora. Em uma hora foram contabilizados 34 milímetros de chuva na cidade.

 

Durante a chuva, setores da prefeitura montaram quatro equipes que percorreram os bairros no intuito de identificar danos e prestar atendimento às famílias que tiveram alguma perda e ficaram desabrigadas.

 

Segundo a chefe de Assistência Social Vera Helena Arsioli, os bairros mais atingidos foram São Carlos, Vila Carioca, Guanabara e Osmar Dutra. “Como podemos ver, foi um corredor de vento que causou diversos danos. No Parque São Carlos foram duas casas destelhadas e outra no bairro Osmar Dutra. Essas três famílias ficaram desabrigadas, mas preferiram ficar na casa de parentes e amigos”, explica. A prefeitura distribuiu cerca de 20 lonas para famílias que tiveram parte das casas destelhadas. 

 

Mais danos

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA), juntamente da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), trabalhavam pela manhã para recolher galhos, destroços e desobstruir ruas que foram interditadas pela queda de árvores.

 

Conforme o secretário da pasta de Meio Ambiente, Celso Yamaguti, os bairros que tiveram mais quedas de árvores são o São João, Guanabara, Primaveril, Jardim Alvorada, Lapa e JK.  O mau tempo também atingiu o sistema semafórico da cidade e muitos pararam de funcionar e outros funcionaram parcialmente.

 

Cerca de 50 metros de muro do Estádio Municipal foram derrubados pela forte chuva.  “Apesar dos danos, os jogos programados ocorrerão normalmente. Ainda estamos fazendo o levantamento dos danos em outros locais, como no Ginásio Municipal Cacilda Acre Rocha e no Estádio da A.D.E.N. para que possamos fazer os reparos todos de uma única vez”, disse o secretário da pasta de Esportes, Leandro Dias. 

 

Os Centros de Educação Infantil (CEI) Clementina Carrato e Guanabara tiveram as aulas suspensas nesta sexta-feira (20) por conta da falta de energia. Além disso, a Escola Municipal “Joaquim Marques de Souza” teve alguns forros de salas arrancados por conta do destelhamento. Por lá, as aulas também foram suspeitas. 

 

Outra unidade de ensino que foi destelhada foi a Escola Municipal “Eufrosina Pinto”, porém as aulas foram mantidas. 

 

A prefeitura orienta que as pessoas que precisam de ajuda devem procurar o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de referência do bairro onde mora.

Comente esta notícia