Três Lagoas/MS, Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Domingo, 21 de Junho de 2020, 10h:51
Tamanho do texto A - A+

Dourados amplia rede de leitos de UTI para tratar covid-19

Cidade recebeu equipamentos para o Hospital da Vida, Universitário e Evangélico

Rogério Vidmantas
Capital News

A. Frota/Assecom

Délia Resende

Secretário Geraldo Resende e prefeita Délia Razuk receberam os novos equipamentos

O crescente número de casos confirmados da covid-19 em Dourados fez com que Prefeitura e Governo do Estado se mobilizassem para ampliar o número de leitos em hospitais públicos e privados disponíveis para o tratamento da doença. Na última sexta-feira (19) foram entregues cinco leitos no Hospital da Vida, cinco para o Hospital Evangélico e mais dois no Hospital Universitário. A prefeita Délia Razuk e o Secretario Estadual de Saúde, Geraldo Resende, participaram da entrega dos equipamentos.

 

Com os novos equipamentos, o HV conta agora com 20 leitos de UTI direcionados para a Rede de Urgência e Emergência (RUE). “Estamos recebendo do estado cinco leitos, cinco ventiladores, cinco monitores; temos cinco leitos já montados para a área respiratória. Com isso o Hospital da Vida passa a contar com 20 leitos para a área respiratória, exclusivos para a Covid 19”, disse Mateus Fernandes, diretor administrativo da Funsaud, que administra o HV.

 

Essa disponibilidade de leitos, segundo Geraldo Resende, deve ainda aumentar nos próximos dias, com a entrega de mais dez leitos completos de UTI que poderão ser direcionados para o tratamento da covid-19. “Só dependendo do hospital a contrapartida assumida com o Governo do Estado, que é montar a equipe de Recursos Humanos. Aí serão mais 20 leitos para Dourados”, explicou o secretário.

 

Testes

 

Na solenidade de entrega dos novos leitos, Délia Razuk aproveitou para solicitar o aumento da disponibilidade de testes rápidos para cidades de toda região da Grande Dourados, onde a disseminação da covid-19 ganhou força nas últimas semanas. “Não só aqui, mas também para outras cidades próximas, porque eles vão dar condições de melhorar o monitoramento daqueles pacientes que forem diagnosticados positivos”, disse.

 

Geraldo Resende fez um apelo para que todos, profissionais e população, participem de forma positiva, tomando os cuidados necessários, “para que não joguemos fora tudo o que estamos fazendo”. “É preciso levar a sério o isolamento social, pois as taxas desse item em Mato Grosso do Sul são horrorosas, até posso dizer, são criminosas, porque a nossa gente está preferindo enfrentar o risco, se esquecendo do confinamento”, completou.

 

Com 86 novos casos confirmados neste domingo (21), Dourados chegou a 1807 de covid-19, sendo que 603 já não apresentam mais sintomas e receberam alta médica. Em isolamento domiciliar estão 1160 pessoas com sintomas leves e 63 estão internadas, sendo que 30 em leitos de UTI. Até agora, a doença fez dez vítimas fatais na cidade.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix