Três Lagoas/MS, Domingo, 15 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 11h:10
Tamanho do texto A - A+

Temporal causa destruição na fronteira

Vento forte e chuva com granizo

Laryssa Maier
Especial para o Capital News

CAPITANBADO/ Divulgação

Temporal causa destruição na fronteira

Destelhou casas, derrubou árvores e deixou bairros sem energia em Ponta Porã

 

Em Ponta Porã MS, na noite de quinta-feira (22), temporal destruiu casas, acabou com a energia e derrubou árvores. 

 

Testemunhas relataram que começou com os ventos e chuva de granizo, o temporal começou por volta das 20h e durou cerca de meia hora, o suficiente para causar transtornos pela cidade.

 

Foram registradas duas quedas de árvores sobre veículos e uma na via, conforme o Corpo de Bombeiros. Alguns bairros ficaram sem energia e o grupamento já atendeu três ocorrências de postes em curto circuito, que estavam ameaçando pedestres.

 

Duas famílias também entraram em contato com o grupamento informando que tiveram suas casas destelhadas. Muitos moradores registraram as pedras de gelo que ficaram acumuladas no quintal das residências. 

 

CAPITANBADO/ Divulgação

Temporal causa destruição na fronteira

Um temporal de uns 10 minutos com fortes ventos e granizos

Na Comunidade Cherogami o vento forte derrubou muros, varanda e deixou um rastro de destruição em algumas residências. “Eu até levei para o hospital uma motociclista e a mãe que ficaram bastante feridas, depois de caírem durante o temporal. O letreiro da minha barbearia também foi levado pelo vento, mas agora está tudo normal”, comenta o barbeiro Jeferson Ramos, de 28 anos. Ele mora na Rua Esmal na Vila Beatriz, em Ponta Porã.

 

Os bairros mais afetados, segundo o Corpo de Bombeiros foram Parque dos Eucaliptos, Panambi, Vila Áurea e Vila Alegrete, que ficam na saída para Maracaju. No momento o clima está estável na cidade.

 

A temperatura é de aproximadamente 22ºC com ceú parcialmente dublado, conforme o INMET. Também houve chuva de granizo em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã. 

CAPITANBADO/ Divulgação

Temporal causa destruição na fronteira

Moradores registraram as pedras de gelo que ficaram acumuladas no quintal das residências

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix