Sábado, 15 de Junho de 2024


Trânsito Segunda-feira, 11 de Abril de 2016, 17:54 - A | A

Segunda-feira, 11 de Abril de 2016, 17h:54 - A | A

Embriaguez

Após acidente, caminhoneiro é preso em flagrante por dirigir embriagado em Três Lagoas

Suspeito não parou e continuou seu trajeto por outras vias da cidade

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Marco Campos

Após acidente, caminhoneiro é preso em flagrante por dirigir embriagado em Três Lagoas

..

Um caminhoneiro de 32 anos foi preso em flagrante na madrugada de domingo (10) com suspeitas de dirigir embriagado. Segundo dados da Polícia Militar, o suspeito dirigia um caminhão pela avenida Clodoaldo Garcia no sentido bairro/centro e nas proximidades de um “quebra-molas”, bateu na lateral de um veículo Renault Clio de cor vermelha, que também trafegava pela direita no mesmo sentido.

 

Marco Campos

Após acidente, caminhoneiro é preso em flagrante por dirigir embriagado em Três Lagoas

..

Após causar o acidente, o caminhoneiro não parou e continuou seu trajeto na avenida, passando pela Filinto Müller, Rua Bom Jesus da Lapa e outras vias do bairro Interlagos. A condutora do carro e seu passageiro seguiram o caminhoneiro após acionarem a polícia no telefone 190.

 

Uma equipe policial conseguiu abordar o motorista da carreta na Rua Quixeramobim, nas proximidades de um supermercado no bairro Jardim Carandá. A princípio, o homem não queria descer da cabine do caminhão. A todo o momento, o suspeito criticava o trabalho policial.

 

Ao fazer a vistoria no caminhão, a polícia notou que na barra de sustentação do para-choque do lado direito do veículo existia resquícios da cor vermelha e diante a confirmação de que realmente ele era o motorista que se envolveu no acidente, acabou recebendo voz de prisão e posteriormente também se negou a fazer provas contra sua pessoa, não fazendo o teste do bafômetro.

 

A polícia fez um termo de constatação de embriaguez e levou o carreteiro até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). Na delegacia, o homem começou a desacatar os policiais e em seguida, se levantou dizendo que iria embora, quando foi contido com o uso da força física moderada, algemado e colocado no compartimento de presos da viatura.

 

A polícia registrou o caso como embriaguez ao volante, resistência, desobediência e desacato. O delegado responsável pelo caso estará arbitrando neste domingo uma fiança ao motorista que deverá responder pelos crimes em liberdade. 

Comente esta notícia