Três Lagoas/MS, Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h:51
Tamanho do texto A - A+

Governo autoriza e Campeonato Paulista volta dia 22 de julho

Competição terminará no fim de semana que começa o Brasileirão

Rogério Vidmantas
Capital News

Governo do Estado de São Paulo

Bruno Covas e João Dória

Retorno dos jogos foi anunciado pelo prefeito Bruno Covas e governador João Dória

O Campeonato Paulista terá reinício a partir de 22 de julho. A autorização para os jogos foi confirmada pelo governador João Dória nesta quarta-feira (8), mas sem a presença de torcedores e apenas em cidades que estejam na fase amarela, a terceira das cinco que integram o Plano São Paulo, que é o programa de flexibilização das atividades no Estado.  A cidade de São Paulo, nesta etapa, deve receber a maioria dos jogos.

 

Após o anúncio feito pelo Governo, a Federação Paulista de Futebol (FPF) convocou para essa quinta (9), às 10h (MS), uma reunião do Conselho Técnico da competição com todos os clubes participantes para definir detalhes da retomada. O Paulistão foi interrompido no dia 16 de março, faltando duas rodadas para terminar a primeira fase. Depois tem uma rodada para a fase de quartas de final, mais uma para a semifinal e duas para a decisão.

 

A pandemia do novo coronavírus provocou a paralização da competição e uma série de medidas foram necessárias para a autorização da volta. “O Centro de Contingência da covid-19 aprovou, em conjunto com a assistência médica da Federação Paulista de Futebol (FPF), coordenada pelo doutor Moisés Cohen, o protocolo da retomada do Campeonato Paulista”, anunciou João Doria, em entrevista coletiva.

 

Final com Brasileirão

 

A previsão é que o Paulistão termine em 8 de agosto, mesmo dia previsto para o início das Séries B e C do Campeonato Brasileiro e um dia antes do começo da Série A, o que pode atrapalhar os dois finalistas. A coincidência de datas, porém, não preocupa ao presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos. “Temos um entendimento e diálogo constante com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol [CBF], Rogério Caboclo. Acharemos o melhor caminho. Isso será cuidado quando tivermos a definição dos finalistas, mas, será definido em comum acordo com a CBF”, disse.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix