CapitalNews

Sábado, 02 de Outubro de 2021, 11h:39

Suzano investe em práticas sustentáveis para preservar o meio ambiente

Resumo divulgado pela empresa reúne diversas informações sobre manejo sustentável

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Araquém Alcântara

Suzano supera 1,3 mil espécies catalogadas em Mato Grosso do Sul

Biodiversidade

Referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, a Suzano divulgou um Resumo Público do Plano de Manejo Florestal que aborda as práticas adotadas pela empresa em seu negócio florestal em Mato Grosso do Sul. A publicação, lançada anualmente, contempla aspectos sociais, ambientais e econômicos das operações florestais da companhia em MS.

 

Atualmente a empresa está presente em nove municípios sul-mato-grossenses: Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Inocência, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas.

 

As práticas de manejo florestal adotadas pela Suzano contribui para a administração dos 572,2 mil hectares (dados de 2020), sendo 391,1 mil hectares de florestas plantadas de eucalipto e 162,2 mil hectares destinados exclusivamente para a preservação ambiental. Conforme a empresa, a ação tem o intuito de obter benefícios econômicos e sociais, respeitando o ecossistema, harmonizando a produtividade elevada com a conservação do meio ambiente.

 

Gerente Executivo de Operações Florestais da Suzano, Jansen Barrozo Fernandes destaca a importância de investir em práticas sustentáveis.  “O manejo florestal adotado pela Suzano tem produzido resultados positivos ao longo dos anos, com destaque para as ações de conservação do solo, restauração de florestas nativas e preservação da fauna e da flora. Além disso, também tem colaborado diretamente para a geração de trabalho, renda e bem-estar social.   Neste Resumo Público do Plano de Manejo Florestal, a Suzano apresenta informações importantes sobre as atividades florestais da região, incluindo nossas estratégias na adoção de práticas de manejo florestal responsáveis, visando o desenvolvimento sustentável, hoje um dos principais compromissos da empresa”, explicou via assessoria.

 

No Brasil, a Suzano possui uma área de mais de 1,6 milhão de hectares de florestas certificadas nas principais certificações florestais nacionais e internacionais, como FSC® – Forest Stewardship Conselho de Manejo Florestal (Council®), código de licença FSC-C100704, e Certificação Florestal (CERFLOR), que atestam as práticas sustentáveis da empresa.

 

Dados do Resumo do Plano de Manejo Florestal, apontam que em 2020, a Suzano plantou o equivalente a 43.080 hectares de suas áreas florestais, obtidas por contrato de arrendamentos ou por meio de parcerias com produtores rurais. 

Além disso foram colhidos 11,426 milhões de m³ de eucalipto para abastecer as duas fábricas da Suzano em operação em Três Lagoas. Conforme a empresa, todo o processo, do plantio à colheita, respeita as características da região e utiliza sistemas eficientes e equipamentos de última geração.

 

Outro ação promovida pela Suzano com objetivo de preservar o meio ambiente são os programas de monitoramento da qualidade do ar, da água e de conservação de biodiversidade. Em Mato Grosso do Sul foram catalogadas 1.376 espécies diferentes de animais e plantas, sendo 395 aves, 53 peixes, 136 artrópodes, 82 mamíferos, 62 répteis, 607 plantas e 41 anfíbios. Dados do último monitoramento de espécies de plantas nativas identificaram 17 novas espécies, o que representa um avanço próximo a 3% do total de espécies registradas.

 

Serviço:

A publicação faz parte do processo de certificação florestal e está disponível na versão digital pelo site: https://storage.googleapis.com/. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail suzanoresponde@suzano.com.br ou pelo telefone 0800 022 1727.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br