CapitalNews

Terça-Feira, 23 de Novembro de 2021, 15h:17

Em 10 meses, casos de feminicídio registram queda na Capital

Em relação aos crimes de patrimônio registrou a segunda maior queda em Campo Grande

Elaine Silva
Capital News

 

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de lei Maria da Penha

Dados são referentes aos meses de janeiro a outubro de 2021

De janeiro a outubro de 2021 os feminicídios caíram 88,9% em Campo Grande, passando de nove casos em 2020, para um caso este ano. Já os homicídios passaram de 100 para 85 casos, uma redução de 15%, conforme o levantamento da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul). Os dados ainda apontam que na Capital houveram quedas em 8 dos 12 tipos de crimes monitorados pela pasta.

Divulgação/Portal MS

Em 10 meses, casos de feminicídio registram queda na Capital

Titular da Deam, Eliane Benicasa

   

A redução de casos de feminicídio decorre da união de forças das polícias e de toda a rede de atendimento à mulher, tanto de instituições públicas e privadas do Estado e município, como Polícia Civil, Poder Judiciário, Defensoria e Ministério Público. “Essa rede sempre se preocupou com a divulgação ampla e maciça da informação, para que chegue à vítima de uma forma rápida, clara, direta, concisa, tanto por meio das redes sociais, imprensa, como através de palestras, fazendo com que a mulher se fortaleça, se empodere e leve a situação até a delegacia, peça medidas protetivas e outras medidas como o acolhimento, evitando assim a consumação desse feminicídio”, explica a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Campo Grande, delegada Eliane Benicasa,

 

Em relação aos crimes de patrimônio, em Campo Grande a segunda maior queda, de 40%, foi registrada nos roubos seguidos de morte, em seguida vem os roubos a comércios (-16,5%), os furtos de veículos (-9,1%) e roubos em vias urbanas (-8,7%). Na Capital houve queda também nos homicídios culposos no trânsito (-8%).

 

No índice geral de crimes no Estado, foram registradas quedas, de janeiro a outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, de 23,1% nos roubos seguidos de morte, de 14,2% nos roubos ao comércio, de 10,8% nos roubos em via urbana e de 9% no agrupado geral de roubos. 

 

Ainda de acordo com os dados da Sejusp, em Mato Grosso do Sul, caíram também os furtos de veículos (-8,5%), os homicídios no trânsito (-11%) e os homicídios dolosos (0,9%), que é quando há intenção de matar. Na faixa de Fronteira, de janeiro a outubro, crimes contra o patrimônio caíram também nos municípios da linha e faixa de fronteira. Os roubos a comércio apresentaram redução de 21,7%, os roubos seguidos de morte em 20%, os roubos em via urbana em 13,4% e o total de roubos, no agrupado, queda de 8,3%.

 

Na faixa de fronteira apresentaram quedas também os furtos de veículos (-7,3%) e os homicídios culposos no trânsito (-1,9%).


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br