CapitalNews

Sexta-Feira, 03 de Dezembro de 2021, 08h:37

Córrego Joaquim Português deve ser entregue em janeiro de 2022

Obras de contenção de erosão já estão 90% concluídas

Elaine Silva
Capital News

Edemir Rodrigues/Portal MS

Córrego Joaquim Português deve ser entregue em janeiro de 2022

Obras no Córrego Joaquim Portugêes

Obra de contenção de erosão na cabeceira do Córrego Joaquim Português, principal lago do Parque das Nações Indígenas, está na fase final. Segundo a equipe de engenharia que faz o serviço, 90% do empreendimento já foi executado e a expectativa de entrega da intervenção é janeiro do próximo ano. 

Edemir Rodrigues/Portal MS

Córrego Joaquim Português deve ser entregue em janeiro de 2022

Obras no Córrego Joaquim Português

 

Mais de R$ 4,7 milhões são investidos na recuperação das nascentes do Joaquim Português. Os recursos são do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e vêm de compensação ambiental. A obra é executada pela empreiteira Pactual Construções LTDA, que tem o trabalho supervisionado pela Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos).

 

A obra de recuperação das nascentes do Joaquim Português põe fim à erosão que surgiu local ao longo dos anos. De acordo com o Governo do Estado, através da intervenção, a nova tubulação instalada na cabeceira do córrego vai jogar a água da chuva na bacia de contenção localizada ao lado do Cetremi, evitando o envio de sedimentos para o lago do Parque das Nações Indígenas. 

Deurico/Capital News

Sobre possível aliança com Ministra e PSD, Riedel diz que por enquanto só especulação

Secretário Eduardo Riedel

 

“A obra soluciona o problema de assoreamento no lago do Parque das Nações Indígenas, principal cartão postal de Campo Grande, e soma na intervenção que é feita no Parque dos Poderes. O Governo do Estado está atento à preservação dos locais públicos e do meio ambiente, assim como na qualidade de vida da nossa gente”, disse o secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel. 

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br