00:00:00 Quarta-feira, 24 de Julho de 2024


Polícia Sexta-feira, 02 de Novembro de 2018, 13:00 - A | A

Sexta-feira, 02 de Novembro de 2018, 13h:00 - A | A

Operação Finados

BR-262 e BR-158 serão monitoradas pela Policia Federal

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Reprodução/Arquivo

Ministro Carlos Marum viaja a Três Lagoas para autorizar obras na BR-262

BR-262 também será fiscalizada pela PRF

Começou na quinta-feira (1º) e vai até a meia-noite de domingo (4) nas estradas uma operação especial da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em Três Lagoas as abordagens devem ser realizadas nas rodovias BR-262 e BR-158, que vão à Campo Grande e Estado de São Paulo, respectivamente.

Em alusão ao feriado de Finados, a ação dos policiais rodoviários federais, será denominada Operação Finados. De acordo com o site JP News, o principal objetivo é reduzir acidentes e a violência no trânsito, ocasionado em função do alto fluxo de veículos.

Estatísticas denotam que as infrações mais registradas na região conforme a PRF são as relacionadas ao excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas e o não uso do cinto de segurança.

A polícia alerta que é imprescindível cuidado nas estradas pelos motoristas. Em MS serão mais de 3.670 quilômetros de rodovias federais monitoradas. A PRF conta com 10 delegacias responsáveis pelas 22 unidades operacionais para atender ao Estado.

Nesta operação, a fiscalização de velocidade será efetivamente utilizada com os radares estáticos (móveis), uso dos etilômetros (bafômetro) e fiscalização de combate às ultrapassagens indevidas (forçadas e as proibidas). Para reduzir o número de acidentes, conforme a PRF, haverá reforço do efetivo com escala que proporcione maior presença de policiais nos pontos estratégicos.

Serão realizados ainda, ações de cunho educativos como maneira de sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em algumas unidades operacionais, a PRF convidará os usuários da via a assistirem a vídeos sobre comportamentos inadequados no trânsito.

Comente esta notícia