Segunda-feira, 24 de Junho de 2024


Polícia Quinta-feira, 21 de Julho de 2016, 14:05 - A | A

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016, 14h:05 - A | A

Apreensão de Drogas

Cocaína avaliada em R$ 6,8 milhões é apreendida em Três Lagoas

Foram localizadas em um semi-reboque da carreta, um total de 212 tabletes da droga

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Marco Campos/Capital News

 Cocaína avaliada em R$ 6,8 milhões é apreendida em Três Lagoas

Tabletes de cocaína encontrados no semi-reboque da carreta

Uma carga de cocaína avaliada em R$ 6,8 milhões foi apreendida nesta quarta-feira (20) no perímetro urbano da BR-262 em Três Lagoas.


Conforme dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante fiscalizações de rotina, foi abordado um carreteiro de 36 anos que dirigia uma carreta Volvo com placas de Joinville-SC.


Após solicitação dos documentos do conjunto veicular da carreta e da CNH do condutor, os policiais rodoviários notaram que o primeiro documento apresentava indícios de falsificação. Além disso, o motorista apresentou nervosismo e contradições na entrevista.


Diante da verificação da fundada suspeita, o caminhão foi levado até a Unidade Operacional da PRF, na BR 262, km 21, para busca minuciosa. Foram localizados pela equipe policial em um compartimento oculto do semi-reboque, um total de 212 tabletes de substância com características de cloridrato de cocaína (cocaína com alta concentração de pureza), que após pesagem totalizou 228 kg.


Os policiais realizaram identificação veicular nos veículos e constataram que o caminhão-trator era original, mas estava com o licenciamento atrasado e possuía restrição judicial. O semi-reboque possuía indícios de adulteração nos sinais de identificação.


Sobre o entorpecente, o condutor inicialmente informou que estaria vindo de Sonora/MT e iria para Adamantina/SP. No entanto, após a localização da droga, ele afirmou que buscou o caminhão em Comodoro/MT e que receberia R$ 5 mil pelo transporte do entorpecente até São Paulo-SP.


Diante a situação de flagrante, a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal (PF) de Três Lagoas/MS.


O motorista foi detido em flagrante por tráfico de drogas e uso de documento falso. O crime de tráfico de drogas é inafiançável e equiparado a hediondo. A carga de 228 kg de cloridrato de cocaína tem o valor estimado de R$ 6,8 milhões. O semi-reboque será periciado para verificação da sua originalidade.


Comente esta notícia