Segunda-feira, 24 de Junho de 2024


Polícia Terça-feira, 02 de Junho de 2015, 12:44 - A | A

Terça-feira, 02 de Junho de 2015, 12h:44 - A | A

Boatos das redes sociais

Delegado de Três Lagoas desmente boato sobre sequestros de crianças

Boatos se propagaram pelas redes sociais e principalmente pelo aplicativo WhatsApp

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Marco Campos/ Capital News

delegado tres lagoas

Boatos eram enviados via WhatsApp e tinham gravações em áudio de supostas vítimas de sequestro

O delegado do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Três Lagoas negou na manhã desta terça-feira (02) que tenha ocorrido casos de sequestros de crianças em Três Lagoas. Os boatos se propagaram pelas redes sociais e principalmente pelo aplicativo WhatsApp.


 Em que vários áudios enviados e compartilhados, passavam a falsa informação de que crianças do bairro Ipacaraí sofreram tentativa de seqüestros. No entanto, na segunda-feira (01), ocorreram dois casos na cidade de tentativa de violência sexual envolvendo menores de idade.  O primeiro deles foi noticiado pelo site TL Noticias em que uma menor de 13 anos por pouco não foi estuprada quando passava pelo bairro Santa Rita.


O segundo caso também foi registrado na Polícia Civil e conforme o histórico, uma menor de 10 anos quase foi agarrada por um homem encapuzado que estava em um carro de cor escura. De acordo com o delegado, ambos os ocorridos seguem em investigações e não possuem qualquer tipo de ligação com os boatos propagados via rede social.

Comente esta notícia