Sábado, 22 de Junho de 2024


Polícia Quinta-feira, 12 de Maio de 2016, 14:53 - A | A

Quinta-feira, 12 de Maio de 2016, 14h:53 - A | A

Direção irregular

Dois condutores são presos por dirigir embriagados em Três Lagoas

Um deles estava com uma arma sem registro no carro; os dois se negaram a fazer o teste do bafômetro

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

O 14º Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPMRv) de Três Lagoas, região leste de Mato Grosso do Sul, flagrou nesta semana dois condutores embriagados, um deles portando uma arma de fogo.

Na terça-feira (11), uma viatura foi solicitada via Centro de Operações Policial Militar (COPOM), para verificar a denúncia de que um caminhão reboque de cor branca estaria sendo conduzido por uma motorista embriago nas proximidades de um posto de gasolina na saída para São Paulo. Com apoio da Policia Rodoviária Federal (PRF) o veículo foi avistado ainda em funcionamento em um bairro próximo e após abordagem, os policiais constataram que o condutor apresentava forte odor etílico, fala alterada, olhos avermelhados e estava deitado sobre o volante.

Ao lado do banco do condutor foram encontrados resquícios de uma substância análoga à cocaína, mas o motorista não respondeu a nenhuma pergunta sobre a origem. Em entrevista o motorista confessou ter ingerido bebida alcoólica. Porém se negou a fazer o exame de alcoolemia.

Já  na quarta (12) durante um atendimento a acidente de trânsito, a guarnição do trânsito do 2º Batalhão suspeitou da forma como um veículo era conduzido na via. Feita abordagem ao condutor do automóvel, este apresentou sinais de embriagues, com dificuldades até para sair do carro, e forte odor etílico. Durante a busca pessoal foi encontrado um revolver Taurus Calibre 38, o qual não possuía registro e estava carregado com quatro munições intactas. O motorista se recusou a fazer o exame de alcoolemia.

Nas duas situações os motoristas foram encaminhados a delegacia e vão responder por dirigir com sinais de Alteração da capacidade psicomotora. Um deles ainda responderá por porte ilegal de arma.

Comente esta notícia