00:00:00 Sábado, 20 de Julho de 2024


Polícia Sexta-feira, 16 de Junho de 2017, 09:32 - A | A

Sexta-feira, 16 de Junho de 2017, 09h:32 - A | A

machadinha

Em Três Lagoas, mulher é presa por agredir e ferir o marido

Conforme a ocorrência registrada, além de agredir o marido com uma machadinha, a mulher ainda desacatou os policiais

Cristiano Arruda
Capital News

Nesta quinta-feira (15), uma mulher de 43 anos foi presa pela Polícia Militar na cidade de Três Lagoas. Segundo o boletim de ocorrência ela agrediu o marido com uma machadinha.

Uma equipe da Rádio Patrulha foi chamada para atender uma ocorrência, os policiais receberam a informação de que uma pessoa teria sido ferida com uma arma branca. O Corpo de Bombeiros atendeu a vítima que recusou ser levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

 

Quando os policiais estavam colhendo as informações sobre o caso, a mulher saiu da residência e usava uma blusa que estava manchada de sangue. Ela não dava explicações corretas sobre o que aconteceu, pois segundo a polícia, a mulher apresentava sinais visíveis de embriagues. Ela disse aos policiais que estava na casa de uma vizinha e que o marido chegou e lhe deu um empurrão, mas não soube dizer como teria ferido o marido com a machadinha.

 

Segundo o site JPNews, a vítima, um homem de 37 anos, disse a equipe da Rádio Patrulha que chegou à residência por volta das 19h, como o portão estava trancado e a esposa não respondia ao chamado, ele teve que pular o portão e bateu na porta sendo recebido pela esposa que de posse da machadinha, começou a proferir palavras de baixo calão e em determinado momento ela desferiu o golpe contra o próprio marido. Ele alegou que ela tentou atingir a região do pescoço da vítima, que se defendeu erguendo uma das mãos e sendo ferido com um corte de intenso sangramento.

 

Diante o relado da vítima, a mulher foi detida e quando foi colocada no compartimento de presos da viatura. A mulher começou a chutar os vidros e a porta do veículo policial e proferir palavras de ofensas contra os policiais.

 

Ela foi levada a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) onde foi lavrado o boletim de ocorrência por lesão corporal (violência doméstica) e desacato.

Comente esta notícia