00:00:00 Domingo, 21 de Julho de 2024


Polícia Terça-feira, 23 de Outubro de 2018, 14:33 - A | A

Terça-feira, 23 de Outubro de 2018, 14h:33 - A | A

INVESTIGAÇÃO

Filha enterra mãe no quintal e tenta esconder cova com caixas

Segundo o SIG, suspeita falou que a idosa, de 76 anos, está morta há 22 dias. Ela confessou o crime

Flávio Veras
Capital News

Polícia Civil/Cedida

Filha enterra mãe no quintal e tenta esconder cova com caixas

 

A Polícia Civil pediu, nesta terça-feira (23), a prisão preventiva de uma mulher de 45 anos, após enterrar o corpo da mão em frente acasa onde moravam, em Três Lagoas. Além disso, hoje saiu o laudo da Instituto Médico Legal (IML), que não apontou sinais de violência. Suspeita confessou o crime de ocultação de cadáver.

 

Segundo a delegada do Setor de Investigações Gerais (SIG) na cidade, apesar do corpo já estar em avançado estado de putrefação, os peritos concluíram que o corpo não possui perfurações, marcas de violência, de sufocamento, e nem indícios de que a vítima tenha sido enterrada viva.

 

Cintya Chagas Costa, de 45 anos, que já havia sido indiciada por maus tratos pela Justiça de SP, foi indiciada por ocultação de cadáver.

 

Entenda

A idosa, de 77 anos, foi identificada como Helena Chagas da Costa. Ela teria morrido no dia 3 de outubro e teve seu corpo localizado pelos investigadores do SIG na última segunda-feira (22), após denúncias anônimas.

 

Segundo a polícia, a filha registrou o desaparecimento da mãe, porém, ontem acabou confessando que a idosa estava morta e enterrada em frente da casa onde reside. A suspeita enterrou a vítima em uma cova rasa e colocou caixas em cima da “sepultura” para esconder o crime.

Comente esta notícia