Sábado, 15 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 11 de Abril de 2016, 10:36 - A | A

Segunda-feira, 11 de Abril de 2016, 10h:36 - A | A

Em Flagrante

Foragido da Justiça é preso com documento falso e R$ 10 mil em dinheiro

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Marco Campos

Foragido da Justiça é preso com documento falso e R$ 10 mil em dinheiro

 Documentos falsos e mais de R$ 10 mil foram apreendidos

Durante rondas pelo km 143 da BR 262 na região da cidade de Água Clara/MS, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Três Lagoas, leste de Mato Grosso do sul, abordou por volta das 22h30 de domingo (10), o motorista de um veículo com placas de Irati-PR conduzido por um homem que, inicialmente, indicou ter 30 anos.

Após solicitação da documentação, o condutor apresentou CNH e CRLV com suspeita de inautenticidade e, diante da suspeita, foi efetuada consulta nos sistemas e verificado que a foto do motorista no documento era diferente do condutor abordado.

Questionado sobre esse fato, o rapaz declarou que na verdade seu nome era outro e que teria, na verdade, 32 anos. Mas após uma nova pesquisa, vou verificado que mais uma vez, o motorista tinha sua foto bem diversa da do condutor abordado.

Diante das inconsistências de dados, a equipe realizou uma nova investigação, dessa vez mais detalhada, e levantou que o mesmo teria 36 anos e que seu nome verdadeira seria outro.

A suspeita é que as omissões em sua identificação se deu por conta de um mandado de prisão preventivo contra ele, expedido em 16 de julho de 2015, pela 1a Vara Criminal de Ilha Solteira/SP, com validade até 15 de julgo de 2035, relacionado à processo em que ele está sendo acusado por crime de roubo majorado.

Em vistoria no interior do veículo foi localizado um rádio transceptor oculto no painel de instrumentos. O referido rádio escondido indica que veículo é utilizado a serviço do crime organizado. Na mala do motorista foram encontrados R$10,1 mil em dinheiro.

No sistema da Polícia Rodoviária Federal (PRF) consta que o último licenciamento do veículo foi realizado em 2011, contudo o condutor apresentou CRLV exercício 2015 com suspeita de ser um documento falso.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal de Três Lagoas. O condutor foi preso em flagrante pela prática dos crimes de uso de documento falso, falsidade ideológica, desenvolvimento clandestino de atividades de telecomunicação e para cumprimento de mandado de prisão preventivo.

Comente esta notícia