Sábado, 22 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 25 de Abril de 2016, 18:17 - A | A

Segunda-feira, 25 de Abril de 2016, 18h:17 - A | A

Interior

Ladrão e receptador são presos após furto em Três Lagoas

Entre os produtos apreendidos estava um vídeo game de R$ 1,2 mil comercializado pelos criminosos por R$ 300 após furto

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação/SIG

Ladrão e receptador são presos após furto em Três Lagoas

Os dois foram presos durante ação da PM e SIG

A Polícia Civil de Três Lagoas, leste de Mato Grosso do Sul, através do Setor de Investigações Gerais (SIG), esclareceu crimes de furto e receptação por meio de diligências que haviam sido iniciadas na última quarta-feira (20). Os agentes agiam em cumprimento a um mandado de busca domiciliar expedido pela 3ª Vara Criminal local, efetuaram a um homem conhecido como “Neguinho”, morador do bairro Vila Carioca. De acordo com denúncias, o suspeito comercializava entorpecente e recebia produtos de crimes como pagamento.

Ao chegarem ao local, os policiais encontraram um vídeo game constatado ser produto de furto ocorrido no dia anterior, no bairro Nova Três Lagoas 2, juntamente com outros produtos.

Divulgação/SIG

Ladrão e receptador são presos após furto em Três Lagoas

Produtos apreendidos na residência durante ação policial

Durante as buscas os policiais descobriram que o acusado teria recebido o vídeo game de um indivíduo conhecido por “Bolacha”, de 25 anos, já conhecido nos meios policiais com diversas passagens por furto e tráfico de entorpecente.

O jovem foi localizado na Rua Manoel Pedro de Campos no bairro Santos Dumont, onde foram localizados vários objetos que também seriam de um furto que teria ocorrido em dia anterior.

Ao ser questionado sobre a venda do vídeo game, o suspeito  confirmou que teria vendido equipamento pela quantia de R$300,00 cujo aparelho está avaliado em R$ 1,2 mil.
 
O jovem foi encaminhado até o Presídio de Três Lagoas, pois tinha em seu desfavor um mandado de prisão expedido pelo juízo da 1ª Vara Criminal local, uma vez que estava foragido da Colônia Penal local.

Comente esta notícia