Segunda-feira, 24 de Junho de 2024


Polícia Terça-feira, 28 de Junho de 2016, 14:58 - A | A

Terça-feira, 28 de Junho de 2016, 14h:58 - A | A

Apreensão

Polícia Militar prende mulher com carga de cigarros furtados da Polícia Federal

A mulher foi detida e encaminhada até a delegacia da Polícia Federal para prestar esclarecimentos

Marco Campos
De Três Lagoas para o Capital News

A Polícia Militar de Três Lagoas realizou uma operação em frente a Polícia Federal na ultima sexta-feira (24) para impedir que um grupo de pessoas furtasse uma carga de cigarros contrabandeados apreendidos pelo poder judiciário e que estavam armazenados no interior de automóveis estacionados em frente à sede da Polícia Federal.

Divulgação/TL Notícias

Polícia Militar prende mulher com carga de cigarros furtados da Polícia Federal

Mulher foi detida e encaminhada para Polícia Federal


Na ocasião os policiais conseguiram prender três homens e apreender dois veículos, porem pelo menos uma pessoa conseguiu escapar, fugindo do local em um automóvel, uma guarnição da ROTAI (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) realizou diligencia pela região, porem não conseguiu localizar o veículo suspeito.

Nesta segunda-feira (27) a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas, informando que uma moradora do bairro Vila Piloto estaria comercializando os cigarros que foram furtados da Polícia Federal.

Diante da informação, uma guarnição da ROTAI se dirigiu até o endereço e em contato com a suspeita, os policiais foram informados que a mulher comercializa cigarros em sua residência e por cada pacote, cobra o valor de R$3.

Os militares vistoriaram a residência e encontraram 14 caixas de cigarros da marca eight e diante do flagrante, a mulher confessou aos policiais que na ultima sexta-feira (24) um casal foi até a sua residência e pediu para que ela guardasse as embalagens e como pagamento por armazenar o produto, a mulher iria ganhar uma caixa de cigarros.

Diante dos fatos a mulher foi detida e encaminhada até a delegacia da Polícia Federal para prestar esclarecimentos

Comente esta notícia