00:00:00 Terça-feira, 16 de Julho de 2024


Polícia Quinta-feira, 28 de Setembro de 2017, 10:52 - A | A

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2017, 10h:52 - A | A

VIOLÊNCIA NO PRESÍDIO

Preso tira sangue do supercílio de agente penitenciário com mordida

Servidor público precisou de amparo médico

Laura Holsback
Capital News

Ricardo Ojeda/Perfil News

presídio três lagoas

Caso aconteceu na Penitenciária de Três Lagoas

Agente penitenciário, de 47 anos, foi atacado por preso nesta quarta-feira (27) e ferido no supercílio esquerdo com uma mordida. O detento apontado como autor da violência foi identificado como Sérgio Tavares do Nascimento, 38 anos. O fato aconteceu na  Penitenciária de Segurança Média, em Três Lagoas.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, o agente penitenciário havia seguido a rotina de levar os presos para banho de sol e, na volta, Sérgio se recusou a entrar na cela de isolamento, onde havia sido colocado depois de ser flagrado com telefone celular.

A alegação do presidiário é que ele já havia cumprido os 10 dias de punição e queria retornar para a cela comum. O agente tentou convencê-lo que deveria permanecer no isolamento, mas, foi atacado com uma mordida no supercílio esquerdo.

Outro agente penitenciário chegou ao local para dar apoio ao colega e os dois só conseguiram imobilizar o detento, que estava bastante agitado, depois de muito trabalho.

Devido a mordida, o agente teve sangramento e precisou ser submetido a atendimento médico. O caso foi levado à Polícia Civil e Sérgio foi indiciado por lesão corporal dolosa (quando há a intenção), desobediência e resistência.

Em nota, o Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul (Sinsap) atribuiu o episódio como reflexo ao “descaso e abandono que os agentes sofrem por trabalharem em um sistema penal, sem estrutura de segurança e com falta de servidores”.

Comente esta notícia