Segunda-feira, 17 de Junho de 2024


Política Sexta-feira, 10 de Junho de 2022, 09:31 - A | A

Sexta-feira, 10 de Junho de 2022, 09h:31 - A | A

Ordem de serviço

Assinada ordem de serviço que vai investir R$ 157,3 milhões no interior

As obras em 26,46 km de rodovias vão permitir a redução do fluxo viário.

Iury de Oliveira
Capital News

Divulgação/Assessoria

Tereza Cristina, ministro da Infraestrutura e diretor do DNIT, assinam ordem de serviço do Contorno de Três Lagoas

Assinatura da Ordem de Serviço

A ordem de serviço que garante investimentos de R$ 157,3 milhões na BR-158/262/MS foi assinada nesta quarta-feira (8) pelo ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, com a presença do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, e da deputada federal Tereza Cristina, ex-ministra da Agricultura.

 

As obras em 26,46 quilômetros de rodovias vão permitir a diminuição do fluxo viário de cargas e passageiros, bem como ampliar a competitividade para os produtores de grãos da região.  Executadas pelo DNIT, as intervenções propiciam o escoamento da produção agrícola do estado do Mato Grosso do Sul até os portos de Santos e Paranaguá.

 

Os serviços incluem a implementação de pista dupla, sinalização vertical e horizontal, serviços de drenagem e pavimentação e construção de oito viadutos.

 

São eles: viaduto sobre a rua Trajano dos Santos, viaduto sobre a linha férrea, viaduto sobre a BR-262/MS, viaduto sobre a BR-158/MS, viaduto sobre a vicinal, ponte sobre o Córrego da Onça e viaduto sobre a rua Jupiá e linha férrea.

 

Para Tereza Cristina, a obra é importantíssima para desafogar o trânsito dentro da cidade, “é uma obra aguardada há muitos anos, é o contorno de Três Lagoas. São recursos da bancada e do Ministério, para poder viabilizar esse anel rodoviário e ajudar no escoamento da produção”, afirmou.

 

O projeto foi desenhado para melhorar a infraestrutura rodoviária local, interligando a BR-158, na saída para Brasilândia e Selvíria, e a BR-262, em Campo Grande. O contorno rodoviário em Três Lagoas vai retirar o fluxo de veículos de carga da área urbana, na altura da avenida Ranulpho Marques Leal e reduzir o número de acidentes.

 

A rodovia BR-262/MS estende desde a divisa com o estado de São Paulo até Corumbá, na fronteira do Brasil com a Bolívia. A rodovia é um importante corredor rodoviário, pois propicia o escoamento da produção agrícola do Estado do Mato Grosso do Sul até os portos de Santos e Paranaguá. A BR-262 é a principal ligação entre Campo Grande e as regiões Sul e Sudeste do País.

 

Já a BR-158/MS é fundamental para escoamento de produtos da agropecuária do estado. Mato Grosso além de ser o maior produtor de grãos do Brasil, tem o maior rebanho bovino do país: mais de 30 milhões de cabeças de gado, representando sozinho quase 14% da produção nacional.  A pavimentação e conservação da estrada é considerada importante fator de desenvolvimento econômico, interferindo nos custos no transporte, e no preço das mercadorias que chegam ao consumidor final.

 

Comente esta notícia