Três Lagoas/MS, Quinta-Feira, 24 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 14 de Maio de 2021, 12h:04
Tamanho do texto A - A+

Deputados comemoram investimentos em MS

O Projeto Cerrado será instalado em Ribas do Rio Pardo

Laryssa Maier
Capital News

Cyro Clemente

Paulo Correa

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado Paulo Corrêa (PSDB), e o deputado Eduardo Rocha (MDB) comemoraram o anúncio feito ontem pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul sobre a construção de uma indústria de celulose na cidade de Ribas do Rio Pardo. 

 

Trata-se do investimento da empresa Suzano, a qual pretende aplicar R$ 14,7 bilhões na construção da nova indústria de celulose no município. “A indústria será moderníssima e quero lembrar que o senador Ramez Tebet fez um trabalho fundamental para que chegássemos até aqui. Essa indústria trará um impacto social muito grande para Ribas do Rio Pardo e toda região. E os investimentos são recursos próprios da empresa Suzano. Agradeço ao governador Reinaldo Azambuja que assinou ontem o protocolo deste projeto”, afirmou Paulo Corrêa, o qual estava presente na assinatura do protocolo e participou da live de lançamento na noite de ontem.

 

“É uma grande conquista, pois teremos geração de emprego, de comércio, e os benefícios irão atingir todo o Estado, chegando a nossa Capital. A classe política de Mato Grosso do Sul trabalha pelo desenvolvimento do Estado, tornando possível esse investimento da empresa”, afirmou Eduardo Rocha.

 

De acordo com a assessoria, o Projeto Cerrado será instalado em Ribas do Rio Pardo e terá capacidade para produzir 2,3 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano. O deputado Eduardo Rocha, afirmou, ainda, que será a “maior fábrica de celulose do mundo”, e parabenizou a todos que participaram de toda criação do projeto e negociação. “Já temos duas fábricas em Três Lagoas e agora teremos uma em Ribas do Rio Pardo”, mencionou.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix