00:00:00 Quarta-feira, 24 de Julho de 2024


Política Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018, 09:56 - A | A

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018, 09h:56 - A | A

NOMEAÇÕES

Guerreiro nomeia Toniel Fernandes como novo secretário de Meio Ambiente

Novo chefe da pasta era diretor Tributário e de Fiscalização e chega para substituir Celso Yamaguti

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação

Guerreiro nomeia Toniel Fernandes como novo secretário de Meio Ambiente

Toniel deixa seu cargo no Departamento de Tributação e Fiscalização para virar secretário municipal

O prefeito de Três Lagoas nomeou, nesta quarta-feira (22), Toniel Fernandes para ocupar o cargo de secretário de Meio Ambiente e Agronegócio. O novo chefe da pasta ocupava o cargo de diretor do Departamento de Administração Tributária e Fiscalização, da Secretária de Finanças Receita e Controle.

Toniel é graduado e pós-graduado em Gestão Imobiliária e pós-graduando em Administração Pública. Além disso, era presidente da Comissão de Avaliação Imobiliária desde janeiro de 2017.

Segundo Toniel, inicialmente, irá se inteirar das ações da Secretaria e dar foco em assuntos que necessitam de solução imediata. “Vou primeiro ficar a par do que já foi feito até agora e, após isso, sigo buscando soluções possíveis para problemas como o dos animais da Lagoa Maior, por exemplo”, comentou.

A secretaria de Meio Ambiente e Agronegócio estava sendo ocupada, provisoriamente, pelo médico e secretário Geral da Prefeitura, Cassiano Maia, desde julho, quando o antigo secretário Celso Yamaguti deixou o cargo para assumir o cargo de vereador deixado por Marisa Rocha, que passou a ser secretária de Esportes, Juventude e Lazer.

Para o lugar de Toniel Fernandes no Departamento de Administração Tributária e Fiscalização, Guerreiro nomeou, também no Diário Oficial, Emerson Paulo Barbosa, que estava como diretor do Departamento de Receita, da Secretaria de Finanças.

Nesta semana, Guerreiro já havia exonerado o chefe de gabinete José Aparecido de Moraes, para que ele assumisse a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, função que já ocupava desde a saída de Antônio Empke, o Tonhão, para o cargo de vereador.

Comente esta notícia