00:00:00 Domingo, 21 de Julho de 2024


Política Quinta-feira, 22 de Junho de 2017, 18:08 - A | A

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017, 18h:08 - A | A

TRÊS LAGOAS

Guerreiro tenta em Brasília financiamento para obras em infraestrutura

Prefeito visitou dois bancos, onde recebeu sinal positivo para negociações visando concessão de recursos

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação/Prefeitura de Três Lagoas

Guerreiro tenta em Brasília financiamento para obras em infraestrutura

Prefeito conheceu formas de funcionamento dos bancos e deu andamento às negociações

Concluindo a agenda de compromissos em Brasília, o prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, esteve, na tarde desta quarta-feira (21), nos Bancos Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de Desenvolvimento da América Latina (CAF), onde solicitou financiamento emergencial para execução de obras de infraestrutura no município.

Conforme o prefeito, o BID se mostrou interessado nos investimentos, já que executa a Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis (ICES) em Três Lagoas. O representante do banco, Hugo Flores Timoran, no entanto, explicou as limitações de financiamento do BID e das perspectivas para que isso aconteça no futuro e lembrou as mudanças de metodologia dos bancos privados e que o limite de financiamento da instituição se encontra comprometido para esse ano de 2017.

"O BID quer continuar trabalhando nos municípios onde possui projetos sociais e investimentos. Três Lagoas se encaixa em nossos planos, pois o banco quer auxiliar também no desenvolvimento desses projetos”, finalizou Timoran.

Acompanhado do secretário-geral, José Pereira da Silva, do secretário de governo, Daynler Leonel, e da diretora de planejamento, Carmem Goulart, o prefeito conheceu também as formas e metodologia de trabalho dos bancos, além das exigências básicas para iniciar e manter o financiamento e as possibilidades do empréstimo.

De acordo com Guerreiro, existe uma expectativa da sociedade e das autoridades na viabilização dos recursos para resolver os problemas da cidade, principalmente, no que diz respeito ao saneamento, como na drenagem, pavimentação e muitas outras obras.

Caso o financiamento aconteça, as obras podem incluir revitalizações, incluindo a área central e da NOB, rota ciclo-viária, Estação Central de Transbordo, macrodrenagem, pavimentação, entre outros. As tratativas visando o financiamento continuam entre os técnicos da Prefeitura, do BID e CAF.

Comente esta notícia