Sábado, 15 de Junho de 2024


Política Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016, 11:16 - A | A

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016, 11h:16 - A | A

Decisão

Justiça determina bloqueio de bens de Simone Tebet por improbidade administrativa

Primeira decisão foi negada, mas MPF recorreu para bloqueio de mais R$ 51 mil em bens

Adriel Mattos
Capital News

Divulgação/Agência Senado

Simone volta a defender regime de partilha na exploração do petróleo

Senadora Simone Tebet

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) determinou o bloqueio de R$ R$ 51.805,89 em bens da senadora Simone Tebet (PMDB-MS) por ato de improbidade administrativa quando era prefeita de Três Lagoas (2005-2010). A suspeita é de irregularidades na contratação de uma empreiteira para obras no balneário da cidade.

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com a ação contra a senadora e a empreiteira, mas a primeira decisão foi apenas para bloquear partes dos bens da empresa, que acabou recorrendo. Em novo recurso, o órgão reforçou o pedido, alegando que havia reconhecimento da necessidade de bloqueio em juízo, tendo assim que a medida se estenda a todos os envolvidos.

Em sua decisão, o juiz federal convocado Leonel Ferreira reconheceu os documentos do MPF apontando improbidade e desvio de verbas públicas para as eleições municipais de 2012. Portanto, foi determinado o bloqueio de bens, e aplicado o dobro do valor para multa civil.

Outro lado
O Capital News entrou em contato com o gabinete da senadora Simone Tebet, que informou que a parlamentar está em viagem, e só poderia emitir posicionamento após ela retornar à Brasília (DF).

Comente esta notícia