Segunda-feira, 17 de Junho de 2024


Política Terça-feira, 07 de Julho de 2015, 19:15 - A | A

Terça-feira, 07 de Julho de 2015, 19h:15 - A | A

De saída

Nuna volta e Rialino deixa o cargo de vereador em Três Lagoas

Marco Campos

Antonio Rialino deixa cargo de verador em tres lagoas

Antonio Rialino

Antonio Rialino, vereador pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), falou, nesta terça-feira (7), sobre sua saída do legislativo, depois de um ano e dois meses no lugar do vereador Jurandir da Cunha Viana (PMDB), mais conhecido como Nuna Viana.

Na ocasião, Rialino disse que sai da Câmara Municipal com a cabeça erguida, pois desde que assumiu a vaga de vereador, sabia que, pela experiência que possui no Legislativo Municipal teria uma missão para cumprir, sendo que a primeira ação foi apaziguar a “turbulência” existente entre o poder executivo e o poder legislativo municipal. Rialino relatou que alguns serviços ficaram sem conclusão, mas acredita que os outros vereadores de seu partido darão sequência.

Segundo Rialino, a expectativa era de ficar no cargo até o mês de abril de 2016 e, foi surpreendido com o pedido de exoneração de Nuna, que estava realizando um ótimo trabalho na Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Rialino disse que ao saber do pedido de exoneração de Nuna, o procurou para conversar e percebeu que ele estava chateado, pois, nas palavras do vereador Nuna, ele acredita que algumas coisas não saíram como ele queria.

Conforme Antônio Rialino, ele acredita que faltou diálogo entre a prefeita e o Vereador Nuna, para a solução de questões políticas, mas só a prefeita e o Vereador podem dizer o que aconteceu, pois a política tem dessas coisas. “Política se realiza com conversa, onde é necessário ouvir as pessoas”, disse Rialino.

Rialino relata que não se sente traído, pois sempre trabalhou para a população com o conhecimento de que o titular da cadeira poderia voltar a qualquer momento, mesmo que, inicialmente havia um consenso de que Nuna retornaria para a Câmara Municipal somente no mês de abril de 2016.

Quanto à escolha de um líder, Rialino falou que a prefeita tem muitos nomes disponíveis em sua base, e esse nome não precisa ser necessariamente do PMDB.

Sobre o futuro do partido, Rialino disse que o presidente atual é o Vereador Tonhão, mas o Deputado Estadual Eduardo Rocha já manifestou interesse em assumir esta presidência, e acredita que Eduardo Rocha é a pessoa adequada para alavancar o partido na cidade e fortalecer a indicação de um nome forte para a sucessão no executivo municipal.

Finalizando, Rialino disse que está preparado para qualquer desafio e conhece todos os problemas da cidade e os caminhos para as soluções e, se o partido e a população manifestar interesse em seu nome para candidato a prefeito nas próximas eleições, ele, como sempre, estará à disposição para o pleito.

Comente esta notícia