00:00:00 Terça-feira, 16 de Julho de 2024


Política Sábado, 03 de Novembro de 2018, 08:11 - A | A

Sábado, 03 de Novembro de 2018, 08h:11 - A | A

RECURSOS

Prefeito vai à Caixa assinar convênios para obras

Guerreiro deverá seguir na próxima semana para Brasília, para tratar sobre a liberação de outros recursos

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação

Prefeito vai à Caixa assinar convênios para obras

Na Caixa, Guerreiro discute também liberação de recursos de R$ 47 milhões

O prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, se reuniu em Campo Grande com o gerente regional da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Cesar Neves de Matos e com o coordenador da Filial, Rodrigo Cunha, para buscar convênios para obras no município.

Foram assinados parcerias de infraestrutura para obras de drenagem e pavimentação em bairros de Três Lagoas. Conforme o Prefeito, os documentos dizem respeito a recursos viabilizados nas viagens à Brasília que resultaram em convênios com valores que superam os R$ 2 milhões e serão investidos em obras de infraestrutura.

No bairro São João foram destinados R$ 1 milhão, liberados pela senadora Simone Tebet. No Bairro Carandá, serão investidos R$ 413 mil, viabilizados junto ao Deputado Federal Luiz Henrique Mandeta, e no Bairro Novo Aeroporto serão usados R$ 733 mil, destinados pelo Senador Pedro Chaves. A estes recursos, segundo Guerreiro, serão acrescidos valores referentes à contrapartida do Município.

Na mesma reunião foi discutida a destinação dos recursos para outras obras em documentos que serão enviados pela CEF ao Ministério das Cidades, em Brasília, na próxima segunda-feira. Esses recursos ultrapassam os R$ 47 milhões que serão investidos em saneamento.

O Prefeito Angelo Guerreiro deverá seguir na próxima semana para Brasília, para tratar sobre a liberação desses e outros recursos no Ministério das Cidades e Ministério da Saúde. As reuniões estão pré-agendadas.

Uma delas será com Luiz Cláudio França, diretor da Área Operacional e de Planejamento da Secretaria Nacional de Desenvolvimento Urbano do Ministério das Cidades. Guerreiro deverá ir também no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação

Comente esta notícia