Três Lagoas/MS, Quarta-Feira, 08 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 18 de Maio de 2020, 15h:28
Tamanho do texto A - A+

Senadores ampliam mobilização por adiamento do Enem 2020

Milhões de alunos se inscrevem anualmente para realização do exame

Hélder Rafael
Capital News

Divulgação

ColunaMarcoEusébio

..

A mobilização dos senadores pelo adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcadas para novembro de 2020, vem ganhando força. A preocupação é com a desigualdade no ensino a distância e as condições sanitárias para aplicação das provas.

 

Reitores de 63 universidades federais, representados pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), divulgaram carta em que reforçam a necessidade da definição de novo calendário a partir de diálogo com os educadores. 

 

Servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, também assinaram um manifesto em que 38 entidades ligadas à educação pedem ao governo a suspensão do calendário. 

 

O principal argumento é que, com a suspensão das aulas provocada pela pandemia de coronavírus, estudantes sem acesso à internet e sem aulas presenciais terão sua performance no exame prejudicada. 

 

Além disso, a Secretaria de Controle Externo da Educação do Tribunal de Contas da União (TCU) deu parecer favorável à mudança de cronograma.  

 

Até o momento, no entanto, o Ministério da Educação (MEC) mantém as datas do Enem 2020. As inscrições para o exame foram abertas em 11 de maio e mais de 2,8 milhões de candidatos se inscreveram.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix