00:00:00 Sábado, 20 de Julho de 2024


Política Terça-feira, 14 de Agosto de 2018, 18:51 - A | A

Terça-feira, 14 de Agosto de 2018, 18h:51 - A | A

SESSÃO DA CÂMARA

Vereadores aprovam quatro projetos e recebem visita de crianças de escola municipal

Entre os projetos aprovados, destacam-se a criação do Fundo de Turismo e do IPTU Verde

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação/Câmara Municipal

Vereadores aprovam quatro projetos e recebem visita de crianças de escola municipal

Sessão tratou de onze projetos, aprovando quatro

Os vereadores de Três Lagoas realizaram na manhã desta terça-feira (14) a 24ª sessão ordinária da Câmara, aprovando quatro projetos e encaminhando outros sete para votação. A sessão contou ainda com a presença de alunos da escola municipal Olinto Mancini, que trouxeram proposta através do projeto “O Brasil que nós queremos, depende de nós. Começamos na nossa cidade”.

Entre os projetos aprovados, estão em destaque a criação do Conselho e do Fundo Municipal do Turismo, assim como instituição do programa de incentivo e desconto, denominado "IPTU Verde" no âmbito do município de Três Lagoas, proposto no fim do ano passado. Além desses, também foi revogado o parágrafo 3º do artigo 5º da lei nº 2897/15 e instituída institui a Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Divulgação/Câmara Municipal

Vereadores aprovam quatro projetos e recebem visita de crianças de escola municipal

Crianças foram até a Câmara reivindicar melhorias que esperam para o futuro


As crianças também foram destaque em apresentação coletiva aos parlamentares. Um grupo da escola Olinto Mancini apresentou as reivindicações do projeto de conscientização proposto no colégio, sob supervisão da professora Sandra Inês de Oliveira, que visa solicitar aos vereadores melhores condições de emprego, melhorias nas ruas, facilidade e locomoção de deficientes, casa para moradores de ruas, acesso mais fácil e barato a remédios, leis que prevejam direitos de negros e deficientes e a conclusão de construções inacabadas.

Por fim, outros sete projetos tiveram andamento e devem ser votados nas próximas sessões, entre eles o veto ao desconto no IPTU às empresas com vídeo-monitoramento e às lixeiras seletivas em ponto de ônibus, assim como a apreciação do projeto que proíbe utilização de aparelhos celulares em escolas – exceção para o uso pedagógico.

Comente esta notícia