00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Rural Quarta-feira, 14 de Junho de 2017, 14:13 - A | A

Quarta-feira, 14 de Junho de 2017, 14h:13 - A | A

Produção

Apesar da turbulência, Eldorado registra aumento na produção de celulose

Rumores da possível venda da empresa não impediram o crescimento em 12% no volume do produto

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação/Eldorado Brasil

Eldorado contrata em várias áreas em Três Lagoas

 

Os rumores sobre a possível venda da Eldorado para pagar o acordo de leniência firmado pelo grupo J&F não impediu o crescimento da produção de celulose nos cinco primeiros meses de 2017. A indústria com sede em Três Lagoas divulgou o balanço do volume produzido nesta quarta-feira (14), onde a produção cresceu 12% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a empresa, o volume de produção de celulose da Eldorado foi de 730 mil toneladas, volume 12% maior do que no mesmo período em 2016. Outro setor que registrou aumento foi o de energia gerada, onde o volume, de janeiro a maio de 2017, foi de 572 mil MW, 4% superior a igual período do ano anterior. As vendas de energia para o sistema elétrico nacional totalizaram o volume de 96 mil MW, resultado 46% superior aos cinco primeiros meses de 2016.

Os números estabelecem um recorde na geração de energia elétrica, produzida por biomassa proveniente do processo produtivo, de 122 mil MW e de venda para o sistema elétrico nacional de 21 mil MW no mês, com média de 28,6 MWh.

“A alta performance das operações e a gestão com foco na competitividade são os diferenciais que colocam a Eldorado em posição de destaque no mercado global de celulose”, afirma o presidente da Eldorado Brasil, José Carlos Grubisich.

A empresa alcançou um novo patamar para a indústria global, com a produção de 156.384 toneladas de celulose em maio e uma média diária de 5.045 toneladas de celulose.


Comente esta notícia