Três Lagoas/MS, Sábado, 04 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sábado, 31 de Julho de 2021, 14h:51
Tamanho do texto A - A+

Conselho Ambiental aprova licença para construção de usina hidrelétrica

Novo empreendimento será construído no rio Sucuriú

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Semagro

Conselho Ambiental aprova licença para construção de usina hidrelétrica

Jaime Verruck

Durante reunião virtual promovida na última quinta-feira (29), membros do Conselho Estadual de Controle Ambiental (CECA) liberaram a Licença Ambiental Prévia para construção da Usina Hidrelétrica Inocência, em Mato Grosso do Sul. A licitação foi relatada pelo superintendente de Meio Ambiente da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) Pedro Mendes Neto, que emitiu um parecer  favorável junto aos demais membros do órgão.

 

Conforme a Semagro a usina será instalada no rio Sucuriú, entre os municípios de Água Clara, Inocência e Três Lagoas, com potência de 48 MW.  Para a realização do projeto foram levantados e analisados estudos necessários para avaliar os impactos ambientais do empreendimento, em especial o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente (EIA-RIMA), a partir disso foram definidos outros, como os Programas de Monitoramento da Fauna Terrestre,  das Comunidades Aquáticas e da Mastofauna Semiaquática (lontras e ariranhas); de Destinação da Fauna Resgatada na área que será ocupada pelo lago da usina; de Reflorestamento, Manejo e Aproveitamento Científico, Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Recuperação de Áreas Degradadas.

 

No documento encaminhado pelo relator, foram destacados os principais pontos favoráveis à licitação. “A localização do UHE Inocência atendeu às exigências dos estudos de alternativas locacionais. Os resultados da implantação do empreendimento, associado aos Planos e Programas Ambientais deverão garantir também um lago com a qualidade necessária para servir aos usos múltiplos da água, que possam servir de instrumentos para o incremento de atividades econômicas e de lazer, promovendo o desenvolvimento e bem-estar da população na região”, escreveu o relator.

 

Secretário da Semagro, Jaime Verruck, preside o CECA e durante a reunião abriu espaço para que os conselheiros fizessem questionamentos ou colocações, após sanar as dúvidas sanadas, o processo foi colocado em votação e aprovado por unanimidade. 

 

Para o diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), André Borges, o trabalho criterioso dos técnicos do órgão durante a análise do processo garantem que o empreendimento siga os padrões de segurança ambiental, assim como a devida compensação por possíveis impactos gerados.

 

Na ocasião, também foi sorteado outro processo, relacionado à solicitação de Autorização Ambiental para Cadastro de Pesca Comercial, que será relatado pelo representante da Secretaria de Estado e Infraestrutura (Seinfra) no Conselho, Pedro Celso.

 

CECA é a entidade responsável  pelo estabelecimento de diretrizes da Política Estadual de Meio Ambiente, compreendendo representantes de órgãos públicos e da sociedade civil que se reúnem todos os meses para deliberar diversos temas em pauta.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix