00:00:00 Quarta-feira, 24 de Julho de 2024


Saúde Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018, 14:44 - A | A

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018, 14h:44 - A | A

CONVÊNIO

Hospital recebe verba de Vara Criminal para projetos

O projeto enviado e aprovado contemplou a construção de uma nova área

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Divulgação

Hospital recebe verba de Vara Criminal para projetos

Essa é a primeira vez que o Hospital Auxiliadora participa desse tipo de projeto

Um convênio que firmado em 2017, entre o Hospital Auxiliadora e a 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, representada pelo juiz Rodrigo Pedrini, deve gerar recursos à entidade verbas oriundas de penas pecuniárias para executar projetos que atendem os requisitos da Corregedoria–Geral de Justiça do TJ/MS. O projeto enviado e aprovado contemplou a construção de nova área para promoção do "Desenvolvimento de Recursos Humanos na área Hospitalar".

 

O hospital apresentou o primeiro projeto em agosto de 2017, e por atender os requisitos, o juiz da 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, concretizando o projeto que, atualmente, está em execução. Além disso, o Conselho da Comunidade de Três Lagoas também é parceiro deste projeto.

 

OBRA

O valor para a obra será recebido de forma fracionada conforme o cronograma físico e financeiro. A obra foi iniciada no dia 6 de agosto deste ano, e conta com a participação da mão-de-obra de três reeducandos, que cumprem pena em regime Semi Aberto na Colônia Penal Industrial "Paracelso de Lima Vieira Jesus".

 

 

Utilizando a mão de obra dos respectivos internos da própria colônia penal, os mesmos recebem remição de um dia da pena a cada três trabalhados, conforme estipulado pela Lei de Execução Penal. A ação, além de reduzir os custos e o tempo das obras, auxilia na reinserção social dos internos, com oferecimento de trabalho e possibilidade de profissionalização. De acordo com dados da Agepen (Agência Estadual de Administração e Sistema Penitenciário) cerca de 61% dos internos desta colônia penal já estão exercendo atividade laboral. Essa é a primeira vez que o Hospital Auxiliadora participa desse tipo de projeto

Comente esta notícia