00:00:00 Terça-feira, 16 de Julho de 2024


Saúde Sexta-feira, 07 de Dezembro de 2018, 18:54 - A | A

Sexta-feira, 07 de Dezembro de 2018, 18h:54 - A | A

Prevenção

Prefeitura intensifica bloqueio químico para conter proliferação do Aedes aegypti

Secretaria amplia cobertura de controle da proliferação através de “fumacê” em vários bairros, onde foram constatados altos índices de infestação

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

Três Lagoas lidera ranking de casos de dengue no ano

Para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, alguns bairros começaram a receber o carro fumacê, nesta semana.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas intensificou, nas últimas semanas, o controle da proliferação do mosquito Aedes aegypti com aplicação de inseticida em vários bairros.

 

O “fumacê”, vem sendo feito, em dois períodos, pela manhã e à tarde nos bairros Interlagos, Jardim Maristela e Flamboyant, Paranapungá, Jardim Alvorada e Vila Alegre. Segundo secretaria,estes bairros têm maior índice de infestação do Aedes aegypti e registro do número de casos de Dengue.

 

A borrifação do produto para bloqueio químico é feita no período da manhã, nos horários das 5h às 8h e no período da tarde, das 18h às 22h, seguindo as recomendações contidas nas Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue do Ministério da Saúde.

 

Segundo o coordenador de Endemias e Controle de Vetores da SMS, Alcides Divino Ferreira,“Seguindo as Diretrizes do Ministério da Saúde para esta ação específica, o fumacê vem sendo aplicado em quatro ciclos consecutivos, nos mesmos horários, para obtermos mais resultados na eliminação do mosquito Aedes aegypti”, afirma.

 

De acordo com o coordenador do Setor de Promoção da Saúde, Waldir José de Souza, “a aplicação deste produto não possui efeito residual. Isso quer dizer que o efeito do inseticida não permanece por muito tempo. Por isso, é importante que as pessoas abram as portas e janelas de suas casas para que nosso trabalho obtenha resultados e elimine as fêmeas dos mosquitos adultos, que costumam entrar nas residências nesses horários”, complementa.

 

Comente esta notícia