Sábado, 15 de Junho de 2024


Três Lagoas Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013, 19:15 - A | A

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013, 19h:15 - A | A

Prefeita de Três Lagoas recebe medalha Patrono Ramez Tebet

Samira Ayub - Capital News (www.capitalnews.com.br)

A honraria reconhece o trabalho de 75 autoridades e servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) foi entregue nesta quarta-feira (25), no auditório da Acadepol, em Campo Grande. Entre os homenageados está a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB).

Hoje é comemorado o Dia do Servidor Público Penitenciário. A data, comemorada desde 2007 refere-se à criação da carreira de segurança penitenciária, dentro do Poder Executivo, pela Lei 2518/2002. “Agradeço e parabenizo cada servidor penitenciário pelo árduo trabalho. O Executivo lhes agradece”, destacou o governador André Puccinelli (PMDB).

Atualmente, cerca de 1.300 servidores penitenciários, distribuídos nas áreas de Segurança e Custódia, Administração e Finanças e Assistência e Perícia, atuam em 17 municípios de Mato Grosso do Sul, distribuídos em presídios, sede administrativa e demais setores.

O diretor-presidente da Agepen, Deusdete Oliveira, destacou a importância do trabalho do servidor penitenciário e o cenário da segurança público no Estado. “Eles transformam o quase impossível em boas práticas, colocando o Estado de Mato Grosso do Sul como referência nacional na questão da execução penal e na humanização das relações com os reeducandos, e com isso, ajudam a trazer mais tranquilidade à sociedade sul-mato-grossense”, ressaltou.

A prefeita Marcia Moura agradeceu a homenagem e parabenizou todos os servidores penitenciários que atuam no Estado. “Fico muito feliz em receber essa honraria ao lado de importantes autoridades do nosso Estado e também de homens e mulheres que contribuem para a segurança pública de Mato Grosso do Sul”, enfatizou.

Também participaram da solenidade os deputados estaduais Eduardo Rocha e Antônio Carlos Arroio, a vereadora Carla Sthepanini e autoridades civis e militares do Estado.
 

Comente esta notícia