Sábado, 15 de Junho de 2024


Três Lagoas Sexta-feira, 07 de Fevereiro de 2014, 14:12 - A | A

Sexta-feira, 07 de Fevereiro de 2014, 14h:12 - A | A

Saúde alerta população quanto ao acúmulo de lixo em terrenos baldios

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde Pública de  Três Lagoas alerta a população quanto ao acúmulo de detritos em terrenos baldios, no objetivo de evitar a proliferação do mosquito vetor da Dengue, Aeds Aegypt.

Os agentes do setor de Educação em Saúde têm intensificado as ações de conscientização diariamente solicitando a colaboração da população.

“Se o morador não destina corretamente o lixo, depositando em algum terreno baldio, o mosquito vai se proliferar e pode acabar prejudicando sua própria família, ou ele mesmo, além de outras pessoas. Prevenir é um bem para todos”, explica o coordenador de Educação em Saúde, Fernando Garcia Brito.

Todos os bairros da Cidade contam com coleta de lixo pública, mas é necessário depositar o lixo e entulhos nos locais adequados.

“Vemos terrenos com maior incidência de acúmulo de detritos nos Bairros Vila Piloto, Nossa Senhora Aparecida, NOB, Alvorada, Vila Alegre, Vila Zucão (as margens do Córrego) e outros”, disse o coordenador.

DENGUE

Segundo o setor de Vigilância Epidemiológica, em 2013 foram notificados 6.799 casos de dengue e 657 diagnósticos constados positivos.

Neste início de 2014, até esta quarta-feira (5), foram notificados 26 casos e apenas 1 constado positivo.

O coordenador ainda alerta que as notificações neste início de ano não foram altas, “por isso é importante que a população colabore para que os casos diminuam cada vez mais”, orientou.

LIMPEZA

A limpeza destes terrenos baldios, que não são do município, também devem ser mantidos limpos, roçados e com as demais manutenções.

De acordo com o setor de Fiscalização de Obras da Prefeitura, em 2013 foram notificados 1405 proprietários que não mantiveram seu terreno limpo. Já em 2014, o setor emitiu 74 notificações.

A falta de manutenção de limpeza pode também gerar multa ao proprietário. (Da assessoria)
.
 

Comente esta notícia